domingo, 21 de julho de 2019

Da série: os troca tintas!



Contrariamente ao que tenho ouvido imensos comentadores dizer, que André Villa-Boas com as suas declarações sobre o FC Porto mais não fez do que reproduzir aquilo que é a cultura portista, acho que o actual técnico do Marselha limitou-se a ser, sobretudo, ele próprio - um troca tintas que não sabe o que quer da vida. 


Ainda bem que tem os bolsos cheios e não precisa de uma carreira no futebol, sempre dá para ir mandando umas bordoadas e a malta a rir-se.

sábado, 20 de julho de 2019

Por falar em Pontapés no cú

Jesus, um nome cronológica e hierarquicamente superior aquele que se senta na cadeira de pedro, com a autoridade que a liderança da 'nação' - quase lhe chamaria religião - flamenguista lhe confere, resolveu vir a terreiro e enfrentar os adeptos. 

JJ tem uma árdua tarefa para fazer esquecer a eliminação do Flamengo da Copa do Brasil e lançá-lo rumo ao pódio no Brasileirão e, não só. Ou começa a 'arrepiar' caminho, ou o percurso no Brasil vai ser curto. 

Acredito que o treinador do Flamengo seja um autêntico mestre da táctica, pesem as opiniões contrárias que outros muito mais habilitados do que eu possam ter sobre o assunto, mas isto do futebol, só conta é com elas (bolas) lá dentro (da baliza) e marcando mais que o adversário. 


quinta-feira, 18 de julho de 2019

Quanto vale um guarda-redes?





A indefinição sobre os donos da baliza dos três grandes (sim, Renan Ribeiro também justifica a palavra indefinição, caso o Sporting queira bater-se pelo título) suscita uma interessante reflexão: por que são tão caros os jogadores que prometem golos e tão mais baratos os que garantem evitá-los? Até os defesas-centrais da moda estão valorizados muito acima dos melhores guarda-redes do Mundo. É estranho. 
O Benfica dá, sem pestanejar, 20 milhões por um avançado com pinta, mas que ainda mostrou muito pouco. Porém, para contratar um bom guardião, discute ao cêntimo a posse de metade do passe. Idem se passa no FC Porto. No Sporting, o dono da baliza não é tema, mas deveria ser. Contabilizado todo um campeonato, um bom guarda-redes evita objetivamente mais golos do que aqueles que o melhor ponta-de-lança marca. 
Em qualquer clube grande, o dono da baliza tende para ser a peça maldita. Os adeptos recordam muito mais os poucos frangos que lhes doem do que as defesas impossíveis que os aliviam. Ao contrário, aos avançados, só recriminamos golos falhados de baliza aberta em jogos decisivos. Até já na intensidade dos penalties estamos a passar o ónus da falha para os pobres deserdados da sorte que colocam ambos os pés na linha de baliza. Concluindo este tema: é uma visão de gestão oblíqua esta que dita o valor dos guarda-redes. Quem defende a baliza deve ter valor idêntico aos que se colocam na área com a missão de marcar golos. E nem sequer a lei da oferta e da procura vale para os que ditam estas regras ao mercado. Há menos guarda-redes sobredotados do que profícuos pontas-de-lança. No domínio da avaliação da relevância dos guarda-redes, parece que quem dita os valores de mercado não percebe nada de futebol.
Cândida Vilar é uma Procuradora da República com vasta experiência e conhecimento. Tem sido insultada por advogados impreparados para a dignidade da função. Como se agora o tribunal fosse uma extensão das cabeceiras dos estádios onde se propaga a violência das claques. A justiça terá medo das hordas ululantes? No ataque a Alcochete, não. Nos restantes casos, vá lá saber-se. Já há muito tempo, decidiu a Procuradoria-Geral da República criar uma equipa especial para investigar os crimes no futebol. Há demasiado tempo, nada se sabe das investigações promovidas por esta ‘equipa especial’. Mantenhamos a esperança de que o trabalho desconhecido destes procuradores e inspetores possa melhorar o ambiente que rodeia o futebol. Como a coragem e saber de Cândida Vilar conseguiram num caso concreto. daqui.

sábado, 13 de julho de 2019

Hoje já foi um Benfica demolidor!

45 dias depois e, após umas merecidas férias, os posts estão de volta. Espero que consiga dar 'andamento' a este espaço com muita mais assiduidade. 


Adiante, 

nada como começar com o jogo do actual Campeão em Coimbra. Bem sabemos que nestas alturas da época ainda é cedo para tirar conclusões, mas, estou a gostar de alguns indicadores das novas aquisições deste Benfica, em especial, de Caio Lucas, Chiquinho e, Raul De Tomas. 

Hoje, em Coimbra - chapa 8! 

Acredito que, em especial, no estádio Luz, onde o ambiente é empolgante para os adversários jogarem mas, simultaneamente, terrível, vai ser muito complicado este Benfica perder muitos pontos. 

A minha conclusão, sabendo que irei ferir as 'clubites' mais acesas, é de que estão reunidas as condições para uma excelente época de futebol para os verdadeiros amantes do futebol e, do  Benfica em particular.




quinta-feira, 30 de maio de 2019

A história de Bruno Lage

Jorge Jesus «Existe a possibilidade de não treinar ninguém»

Jorge Jesus e a sua estratégia de comunicação. Mas alguém acredita que não treinará ninguém?! 

Está fora de questão. Jorge Jesus está com um pé no FC Porto, tal como este blogue já anunciou em tempos. Se vai ou não se consumar, só depende da vontade de Sérgio Conceição. Ou da falta dela...!


 

quarta-feira, 29 de maio de 2019

MAURIZIO SARRI JÁ MERECIA

Maurizio Sarri está de Parabéns!,...este excelente treinador já há muito tempo que merecia conquistar títulos. Foi uma época estranha para o italiano, alguns problemas de balneário e muitos egos para controlar poderiam ter terminado numa época para jamais relembrar.

Mesmo assim, em época de estreia fora de Itália, ainda por cima na exigente Premier League, ser 3º classificado com os poderosíssimos  City e Liverpool pela frente, perdendo uma final da Taça da Liga a penalties, para o City de Guardiola e, hoje, vencendo a Liga Europa, pode-se considerar uma época 'deveras' positiva. 

 

segunda-feira, 27 de maio de 2019

Foi há 32 anos...

...que o FC Porto espantou a europa do futebol com uma memorável conquista. Sou desse tempo, tempo em que muitos benfiquistas torciam pelos rivais nas competições europeias e o vice-versa também acontecia. 

Basta relembrar a amizade pessoal que até existia entre o presidente do Benfica (o já falecido Fernando Martins, dono do Hotel Altis, onde o FC Porto ainda hoje continua a pernoitar nas suas deslocações a sul) e o actual presidente do FC Porto. 

Depois, infelizmente, o presidente portista entrou naquela triste ideia de atacar o sul e o Benfica em particular por tudo e por nada e tudo de desvaneceu. 

Hoje é muito raro ver um benfiquista a torcer na Europa pelo FC Porto e um portista a torcer pelo Benfica. 

Culpado número um - Jorge Nuno (também de Lima) Pinto da Costa.


 

«Viva às clínicas de implantes capilares»

As clínicas de implantes capilares nunca mais serão as mesmas neste país à beira mar plantado, em especial, as sediadas no norte do País. A facturação mensal vai duplicar.

No entanto, neste 'negócio' do futebol o importante é que falem de nós, não, tanto, que se riam de nós mas enfim…! 

domingo, 26 de maio de 2019

EX-ÁRBITRO E PORTISTA DOENTE



É uma pena que estes ex-árbitros que comentam nas televisões e nos jornais não consigam separar o trigo do joio. 
Esta análise que deixo na imagem em baixo, a segunda análise, ou se preferirem, a análise do meio, é de alguém que nos quer fazer de todos nós uns autênticos parvos. 


Vejam bem o vocabulário que José Leirós utiliza par justificar o primeiro golo do FC Porto. Partilhem esta merda para ver se este 'fulano' tem vergonha na puta da cara. 

Paulo Futre e o Benfica

Ao contrário do que muitos pensavam, eu incluído, o melhor jogo da carreira de Paulo Futre não foi a final da Taça do Rei em 1992 com o seu Atlético de Madrid (2º. vídeo) nem a final da Taça dos Campeões Europeus representando o FC Porto (3º. vídeo). 

Foi sim, a final da Taça de Portugal de 1993 ao serviço do Benfica (1º. vídeo).
É o que Paulo Futre escreve hoje no jornal record e confesso que foi um dos melhores jogos que vi em toda a minha vida. Talvez porque o Paulo Futre era o meu ídolo de infância, não sei…!

 


sábado, 25 de maio de 2019

O BONECO EM MODO AGRESSIVO PERDEU A TAÇA



O 'boneco' em modo agressivo não tem volta a dar, além de acabar a época sem vencer qualquer prova, conseguiu mais uma vez demonstrar o mau perder e a má educação na tribuna de honra, não cumprimentando o presidente do Sporting, deixando Frederico Varandas de mão estendida e, pior ainda, o provocando pelas costas. 

Porque não mudas, Sérgio? Tu que até és bom treinador! 

Enfim...dentro do campo o Sporting foi mais eficaz e merece os Parabéns! O FC Porto foi quem mais quis vencer o jogo, mas o Sporting de Keizer foi mais eficaz nas grandes penalidades. 


Marcel Keizer com os tomates no sítio?!

Conhecidos há pouco os 'onzes iniciais' de Sporting e FC Porto para esta final da Taça de Portugal, apraz-me dizer que o treinador do Sporting tem os tomates no sítio, ou, não. 

Pelo que se percebe, vai a jogo de início com um sistema de 4-3-3 com jogadores de características muito ofensivas. É um risco, acho eu! 
Até posso concordar com o sistema de Keizer, mas com os artistas que vão a jogo de início acho que é um risco muito grande, tendo em conta que, o FC Porto vai com mais cautela, pressinto que num 4-2-3-1 mais realista. 

Ou isso dá para o Sporting vencer sem espinhas,... ou poderá dar para ser 'engavetado com duas ou três rajadas de pólvora seca'.

 

Aníbal Pinto - o incendiário!



O mais completo ridículo protagonizado por um interveniente dos principais pilares do sistema democrático - a advocacia. 

Em vez de 'agarrármos os bandidos', corremos atrás dos produtos roubados! Se não me admira esta peça jornalística da CMTV, admira-me, sim, como esta personagem conseguiu se licenciar em advocacia e exercer a mesma da maneira que a exerce. Um autêntico incendiário! 

Um 'boneco' fantástico, este, do povo em que nos transformámos - ou transformaram(?)...

sexta-feira, 24 de maio de 2019

Sérgio Conceição com azia a Bruno Lage

É isto que temos! Refiro-me à notícia da «A Bola» Online sobre a conferência de imprensa do treinador do FC Porto. 

Quase que me apetecia dizer que tem tanto de bom treinador como de estupidez humana, mas, cada vez me capacito mais que não há volta a dar. E isso para mim não pode ser considerado um bom 'cartaz' para um treinador de sucesso. 

Uma personalidade bipolar que não me agrada mesmo nada. Ferve em pouca água e, depois é o que se tem visto. 
Um longo historial de má criação, de agressões e não só a intervenientes desportivos quando a 'coisa' não funciona como ele quer.

Enfim...acho que não muda mais. É a imagem de marca que ficará para a posterioridade.



«QUERO LÁ SABER DO TREINADOR DO BENFICA!»

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, durante conferência de Imprensa, nem deixou um jornalista terminar uma pergunta acerca das declarações de Bruno Lage e o tema do respeito no futebol português.

«Quero lá saber do treinador do Benfica! Estou aqui para comentar a final da Taça de Portugal e não para falar acerca do que disse o treinador do Benfica», afirmou Sérgio Conceição, em conferência de Imprensa.

Da série: os troca tintas!

Contrariamente ao que tenho ouvido imensos comentadores dizer, que André Villa-Boas com as suas declarações sobre o FC Porto mais não f...